Fogo "descontrolado" e casas em risco em Albergaria-a-Velha, Aveiro

O comandante dos bombeiros afirma que não tem meios suficientes para combater o incêndio que põe habitações em perigo

Um incêndio no concelho de Albergaria-a-Velha, distrito de Aveiro, está "descontrolado" e a colocar "casas em risco" em Soutelo, Sernada e Foz do Rio Mau, sendo necessário um reforço de meios, revelou o comandante dos bombeiros.

"Está tudo muito descontrolado. Não há meios. Há casas em perigo", adiantou à Lusa José Valente, comandante dos bombeiros de Albergaria-a-Velha, responsável pela coordenação dos trabalhos relacionados com a reativação de um fogo na localidade de Foz.

De acordo com a página da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), atualizada às 15:00, este incêndio está a ser combatido por 63 homens e 10 meios terrestres e Aveiro é o distrito que mais homens concentra no combate às chamas, com 782 operacionais a trabalhar nos incêndios rurais "em aberto".

Também o incêndio florestal em Préstimo, concelho de Águeda, distrito de Aveiro, que voltou a estar ativo durante a madrugada devido ao vento forte, ficou "descontrolado" por volta das 13:00, tendo sido pedidos meios aéreos com urgência, disse fonte dos Bombeiros de Ílhavo.

[artiga:5331550]

Segundo a ANPC, este é o fogo que mais meios mobiliza a nível nacional entre as ocorrências consideradas "importantes" (com duração superior a três horas e com mais de 15 meios de proteção e socorro envolvidos). Este incêndio envolve 304 operacionais e 90 meios terrestres.

Em Janarde, concelho de Arouca, distrito de Aveiro, as chamas que consomem uma zona de mato e que deflagraram cerca das 14:35 de segunda-feira, estão a ser combatidas por 213 elementos, apoiados por 49 meios terrestres.

Também em Rossas, Arouca, houve uma reativação de um fogo que teve início no sábado, cerca das 19:00, "num povoamento misto".

No local encontram-se 68 bombeiros e 29 veículos a combater o incêndio com quatro frentes ativas.

No concelho de Paiva, também no distrito de Aveiro, há um fogo com quatro frentes ativas que está a ser combatido por 63 operacionais e 18 viaturas, numa zona de floresta, desde as 00:10 de hoje.

Ainda no distrito de Aveiro, mas no concelho de Anadia, estão 60 elementos e 16 meios terrestres a lutar contra um incêndio que teve início na madrugada de hoje, numa área florestal. O incêndio rural que deflagrou no domingo, cerca das 13:30, no concelho de Santa Maria da Feira, no distrito de Aveiro, num povoamento florestal, está a ser combatido por 58 operacionais, apoiados por 15 viaturas.

Exclusivos