Fábrica da Tratolixo continua a receber resíduos e está a trabalhar apesar do fogo

A fábrica da Tratolixo continua hoje de manhã a receber resíduos e a trabalhar, apesar do incêndio que esta madrugada afetou a área de resíduos de limpeza, segundo a administração da empresa.

O incêndio no centro de tratamento de resíduos da Tratolixo, em Trajouce, Cascais, começou pelas 00:30 de hoje e foi circunscrito cerca de duas horas mais tarde, devendo estar dominado a meio da manhã.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da Tratolixo, João Dias Coelho, explicou que o incêndio atingiu uma "área confinada de resíduos de limpeza", com material combustível e inflamável, que explica as proporções do fogo.

O incêndio não atingiu mais nenhum tipo de material nem de equipamento e, por isso, os danos "resumiram-se aos resíduos que arderam".

"Está tudo controlado, continuamos a receber resíduos e a fábrica está a trabalhar", afirmou João Dias Coelho.

As causas do incêndio não são ainda conhecidas, mas o presidente da empresa acredita que as condições climatéricas dos últimos dias, com calor e vento, terão contribuído para o fogo.

Segundo o comandante dos Bombeiros Voluntários da Parede, o incêndio deve estar dominado pelas 10:00 de hoje.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG