Explosão no Cabo Canaveral durante preparação de lançamento da SpaceX

SpaceX confirmou acidente e revelou que não há feridos a registar. Explosão ficou a dever-se a "anomalia" na plataforma de lançamento

Uma explosão foi registada esta quinta-feira no Kennedy Space Center, que fica no Cabo Canaveral na Florida, EUA, onde a SpaceX - companhia privada de exploração espacial - estava a preparar o lançamento de um foguetão.

Através do Twitter, a SpaceX confirmou o acidente, que ocorreu pelas nove da manhã locais (14.00 em Lisboa) durante um teste de rotina pré-lançamento: uma "anomalia na plataforma de lançamento resultou na perda de um veículo e da carga do mesmo. Por ser procedimento padrão, a plataforma estava vazia e não houve feridos".

Segundo a CNN, um foguetão quer deveria ser lançado no próximo sábado ficou destruído, bem como o satélite que iria transportar.

De acordo com a agência AP, a SpaceX conduzia testes de rotina precisamente para preparar o lançamento de sábado. A explosão foi sentida a longa distância e seguida por vários rebentamentos durante minutos. Uma nuvem de fogo é visível sobre o local.

Os serviços de emergência locais garantem, através das redes sociais, que não há ameaça à população.

À agência Reuters, um porta-voz da NASA garantiu que a agência espacial norte-americana não tem qualquer informação sobre o acontecido, uma vez que não está envolvida nas operações.

A SpaceX tem usado o foguetão Falcon 9 para transportar uma cápsula com mantimentos e material para a Estação Espacial Internacional. A empresa, fundada em 2002 e dirigida pelo carismático Elon Musk, tem planos ambiciosos para tornar as viagens no espaço mais acessíveis e está mesmo a preparar-se para começar a transportar astronautas para a Estação Espacial Internacional.

Musk anunciou mesmo para o final do mês de setembro novos detalhes sobre os planos da empresa para instalar uma colónia no planeta Marte, em 2024. A primeira missão não tripulada da SpaceX até Marte está planeada já para 2018.

A SpaceX já conseguiu também - depois de várias tentativas sem êxito - aterrar um foguetão Falcon 9 em segurança numa plataforma em terra e no mar, permitindo-lhe reutilizar o aparelho depois de ter ido ao espaço. A ser implementado com sucesso, este sistema permitiria reduzir significativamente os custos de colocar objetos em órbita da Terra.

Exclusivos