Estudantes encontram cruz roubada de catedral há 39 anos graças ao YouTube

A cruz e outras peças do chamado tesouro da Virgen de la Fuensanta tinham desaparecido do museu da catedral de Múrcia em 1977

Uma investigação iniciada por dois jovens estudantes espanhóis levou à recuperação de uma cruz roubada há 39 anos da catedral de Múrcia. Juan Manuel Rodríguez e Antonio José Gil encontraram as peças num vídeo que estava no YouTube.

Antonio viu a imagem da cruz de Belluga num vídeo publicado no YouTube por uma casa de leilões catalã, Arts Valua. Sendo de Múrcia e estudante de Arte, o jovem tinha bem presente a imagem da cruz roubada em 1977 e, ao dar-se conta das semelhanças com a peça do vídeo, contactou um dos professores da Universidade de Múrcia, que ajudou Antonio e Juan na investigação.

Depois de semanas de trabalho contactaram a Guardia Civil e deixaram o caso nas mãos das autoridades. A cruz e outras peças do chamado tesouro da Virgen de la Fuensanta tinham desaparecido do museu da catedral em 1977 e foram recuperadas e devolvidas graças à investigação dos jovens.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG