Embaixador do Iraque foi alvo de tentativa de burla por falso advogado

O burlão terá pedido 30 mil euros ao diplomata em troca de um acordo para encerrar o caso

O embaixador iraquiano em Lisboa terá sido alvo de uma tentativa de burla por parte de um homem que dizia ser advogado de Rúben Cavaco e que contactou a embaixada poucos dias depois da agressão ao adolescente para chegar a um acordo em troca de dinheiro.

Segundo revelou o verdadeiro advogado da vítima à TVI, o burlão pediu 30 mil euros ao diplomata em troca de um acordo para encerrar o caso. E o embaixador terá chegado a combinar um encontro no Parque das Nações, em Lisboa, para fazer a entrega do dinheiro ao falso advogado, o que acabou por não acontecer depois de ua telefonema para Santana-Maia Leonardo.

"Nunca falei com o senhor embaixador, nunca telefonei para a Embaixada do Iraque. Nunca tive qualquer contacto com a embaixada. Há aqui um burlão que, aproveitando-se desta situação ou deste vazio, andou a tentar ver se ganhava alguma coisa com este negócio", explicou o advogado Santana-Maia Leonardo à TVI.

Rúben Cavaco foi agredido pelos dois filhos do embaixador do Iraque em Lisboa em agosto passado, tendo sido internado em estado grave e tendo chegado a estar em coma induzido.

Haider e Rhida são suspeitos de homicídio na forma tentada, mas ainda não foram chamados para interrogatório, uma vez que o Iraque tem vindo a adiar a resposta ao pedido de levantamento de imunidade diplomática feita pelo ministério dos Negócios Estrangeiros.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG