Detido jovem de 17 anos suspeito de envolvimento em homicídio de idoso em Faro

Segundo o comunicado da Polícia Judiciária, o jovem estava "em fuga desde a data da prática dos factos".

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um jovem de 17 anos suspeito de ser o terceiro elemento envolvido no homicídio de um idoso encontrado morto em julho passado na sua residência, em Faro, foi esta quarta-feira anunciado.

Em comunicado, a PJ adianta que sobre o detido, que vai ser presente na quinta-feira a tribunal, recaem "fortes indícios" de integrar um grupo de dois outros suspeitos da prática do crime, detidos em agosto e em prisão preventiva no âmbito deste caso.

"Os factos reportam-se a 4 de julho de 2021, data em que foi localizado o cadáver de um homem, octogenário, falecido na sequência de graves lesões cranianas produzidas no decurso de agressão", contextualizou a PJ.

A mesma fonte frisou que, na investigação realizada pela diretoria do Sul da PJ, foram inicialmente "recolhidos elementos probatórios que culminaram na detenção de dois dos presumíveis autores", cerca de um mês depois do crime.

"Aquando da detenção, os detidos, com 22 e 29 anos, foram presentes a primeiro interrogatório judicial tendo-lhes sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva", acrescentou a PJ.

A Judiciária frisou que a investigação não parou com a detenção dos dois primeiros suspeitos e os investigadores conseguiram agora "localizar e deter o terceiro elemento do grupo".

O jovem de 17 anos, sem qualquer ocupação laboral, estava "em fuga desde a data da prática dos factos", lê-se no comunicado.

A PJ adiantou ainda que o terceiro detido vai ser presente na quinta-feira a um tribunal de instrução, que determinará as eventuais medidas de coação a que fica sujeito.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG