Desmaios nos comboios dão origem a campanha contra o jejum

Se viajar de comboio, tome o pequeno-almoço: é esta a mensagem da Fertagus

Viajar sem tomar o pequeno-almoço pode afetar a viagem de todos, diz a Fertagus, empresa que detém a concessão do serviço ferroviário entre Lisboa e Setúbal, com passagem na ponte 25 de Abril. Por isso, deu hoje início a uma campanha contra o jejum.

De acordo com a edição de hoje do jornal Público, a empresa avançou com esta campanha na sequência dos desmaios que ocorreram durante viagens, por falta de pequeno-almoço, e que levaram a atrasos na circulação dos comboios. Só no primeiro semestre deste ano, registaram-se 46 episódios de "doença súbita", que prejudicaram a pontualidade de 51 comboios num total de 209 minutos, avança a publicação.

De 2012 a outubro deste ano contabilizaram-se mais de 370 casos, dos quais 82 dentro dos comboios. E a maioria no período entre as 7:00 e as 10:00. Cada caso implica um atraso na ordem dos 20 ou 40 minutos, pelo que, além do comboio em causa, também os seguintes podem ser afetados em termos de pontualidade, o que tem consequências para milhares de passageiros - cada comboio tem capacidade para 1200 pessoas.

"Esta situação não é nova e já tivemos uma campanha mais genérica com várias mensagens, mas agora decidimos fazer esta mais focada na questão dos pequenos-almoços, nas boas práticas", disse à Lusa Raquel Santos, da Fertagus. A campanha passa por entregar folhetos às pessoas, cartazes e na próxima semana na distribuição de maçãs e em princípio iogurtes", explicou.

"As nossas conclusões são baseadas em relatos transmitidos pelas pessoas que, num primeiro momento, são assistidas pelos nossos colaboradores. Algumas revelaram que não tinham tomado pequeno-almoço ou que não comiam há muitas horas", disse.

Além de aconselhar os passageiros a tomarem o pequeno-almoço, a empresa aconselha-os a, em caso de indisposição, a não seguir viagem ou sair na estação seguinte.

A campanha pelo pequeno-almoço arrancou hoje com a colocação de cartazes nas estações e a distribuição de folhetos. Nos próximos dias haverá também a distribuição gratuita de maçãs e, em princípio, iogurtes no período da manhã.

A Fertagus serve atualmente 14 estações numa extensão de linha com cerca de 54 quilómetros. Dez na margem sul, a partir de Setúbal, e quatro na margem norte, até Roma-Areeiro, já em Lisboa.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG