Criança de nove anos atirada do segundo andar de prédio em Lisboa

Criança ficou com ferimentos ligeiros. Mãe também foi assistida, depois de ter sido agredida

Um homem foi detido esta quarta-feira em Lisboa, depois de ter agredido uma mulher e ter atirado uma criança do segundo andar de um prédio na Zona J, Chelas, em Lisboa.

Fonte do Instituto Nacional de Emergência Médica confirmou ao DN que o INEM foi chamado ao local às 7:54 para assistir uma criança de nove anos e a mãe da criança, de 39 anos. Ambas tinham ferimentos "à partida, ligeiros": o menino caíra do segundo andar do prédio e a mãe tinha sido agredida. Ambos foram transferidos para o Hospital de Santa Maria.

Em comunicado, o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP confirmou a detenção de um homem com 39 anos de idade, que terá tentado entrar no prédio onde residiam as vítimas. De acordo com testemunhos, o indivíduo terá inicialmente perguntado ao companheiro da mulher agredida - e pai da criança lançada pela varanda - sobre se determinada pessoa vivia no local. O homem terá respondido que não e seguido caminho.

O agressor, porém, terá insistido e tocado à campainha. Quando a mulher abriu a porta, agrediu-a. A criança acorreu em auxílio da mãe e acabou por ser igualmente agredida. O pai apercebeu-se entretanto da situação e regressou a casa para intervir; nesta altura, o agressor lançou a criança pela varanda para a rua.

De acordo com o comunicado das autoridades, a PSP deslocou-se ao local e deteve o suspeito, acionando os meios de socorro que assistiram as vítimas. Mãe e filho deram entrada no Hospital de Santa Maria, onde permanecem para observações.

O suspeito será presente no Tribunal de Instrução Criminal para primeiro interrogatório judicial, "finalizadas as diligências processuais necessárias", informa a mesma declaração da PSP.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG