Confrontos violentos terão levado a internamento de jovem português

A polícia de Londres começou a investigar o caso depois de um alerta de desaparecimento feito pela Interpol

O jovem português que estava desaparecido em Londres terá sido internado num hospital psiquiátrico em Essex depois de se ter envolvido em confrontos violentos no aeroporto de Luton, segundo avança a SIC Notícias.

Fonte do gabinete do secretário de Estado das Comunidades confirmou que Volodymyr Lavriv, que não contactava a família desde 3 de outubro, foi encontrado e que está internado desde 4 de outubro.

Segundo a SIC Notícias, o jovem terá sido detido na sequência dos confrontos, num estado "alterado", tendo sido depois internado. À TVI24 a mãe do jovem disse que Volodymyr terá "resistido à polícia e por essa razão foi posto num hospital psiquiátrico". A irmã acrescentou que o jovem terá tido uma discussão no aeroporto.

O jovem estudante de medicina, que tem dupla nacionalidade (portuguesa e ucraniana), viajou para Londres repentinamente e nos últimos contactos com a família parecia agitado, segundo relatos da mãe. Depois, deixou de dar notícias, originando uma enorme preocupação e uma campanha para o encontrar.

Uma fonte do consulado de Portugal em Londres confirmou que o rapaz foi encontrado num hospital psiquiátrico, no qual continua internado, pela polícia londrina.

A polícia de Londres começou a investigar o caso depois de um alerta de desaparecimento feito pela Interpol, através de um pedido das autoridades portuguesas, referiu ainda a fonte consular.

O consulado, que recebeu os familiares do jovem, também havia iniciado uma série de diligências a prisões e hospitais de Londres e região à procura do jovem.

Com Lusa

Exclusivos