Cinco mil pessoas pedem justiça para jovem agredido em Ponte de Sor

Petição exige que alegados agressores não fiquem impunes

Cinco mil pessoas (concretamente 5031 às 17:30 desta segunda-feira) já assinaram a petição pública que pede "justiça" para Rúben Cavaco, jovem de 15 anos alegadamente agredido, na quarta-feira, pelos dois irmãos de 17 anos filhos do embaixador do Iraque em Lisboa, em Ponte de Sor, Portalegre.

"Não podemos deixar que criminosos passem impunes", lê-se no documento em referência ao estatuto de imunidade diplomática de que gozam os presumíveis agressores e que já justificou a sua saída em liberdade depois de terem sido detidos pelo crime em causa.

O ministro dos Negócios Estrangeiros confirmou que fará tudo para que, se houver acusação, seja feito um "julgamento imparcial, justo e tão célere quanto possível."

Rúben, que terá sido abalroado com uma viatura e violentamente agredido por estes gémeos, sofreu traumatismos cranianos e desfiguração facial. O adolescente continua em coma induzido, nos cuidados intensivos do Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG