Casal português de idosos assassinado no Canadá

João e Maria Nascimento tinham 93 e 81 anos, respetivamente. Foram esfaqueados até à morte. Suspeito já foi detido

Um homem de 31 anos, identificado como Edward Kyle Roberts, terá esfaqueado até à morte um casal de portugueses na cidade canadiana de Edmonton. O crime aconteceu na sexta-feira passada: segundo a polícia, Roberts, de 31 anos, forçou a entrada na casa de João Nascimento, de 93 anos, e Maria Nascimento, de 81, e tê-los-á assassinado com uma faca que roubara numa residência próxima. O suspeito já foi detido.

O porta-voz da polícia de Edmonton, Scott Pattinson, disse à canadiana CBC que o casal de portugueses levava uma vida tranquila, gostava de jardinagem e não tinha por hábito afastar-se de casa. "Estavam a atravessar a última parte das vidas deles de forma pacífica", explicou. "É trágico quando isto acontece nos últimos anos".

De acordo com as autoridades, o suspeito do crime era já conhecido da polícia. Roberts terá escolhido ao acaso o casal de portugueses, ainda que a motivação do homicídio não tenha sido esclarecida. A polícia deteve-o depois de receber um alerta dos vizinhos, que denunciaram as movimentações suspeitas na casa dos portugueses, pela hora de almoço de sexta-feira. "À chegada, a polícia de Edmonton deteve um suspeito do sexo masculino e descobriu em seguida os corpos de dois residentes dentro de casa", revelaram as autoridades em comunicado. O suspeito estaria sob o efeito de substâncias tóxicas quando foi detido.

A causa da morte de João e Maria Nascimento será confirmada, ao que tudo indica, na próxima terça-feira, dia em que se realizará a autópsia.

Segundo um amigo de longa data do casal, os dois eram proprietários de uma mercearia de produtos portugueses até que João Nascimento decidiu reformar-se. Ainda trabalhou por mais dez anos como instrutor de condução em Edmonton, mas parou devido a problemas de saúde.

O casal terá saído de Portugal durante a juventude e João Nascimento chegou a estudar para o sacerdócio, mas desistiu quando conheceu a futura mulher, Maria, na igreja que ambos frequentavam diariamente. "Ele era um bom homem", assegurou à CBC o amigo canadiano do casal, Tony Earring.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG