Canadiana morta há 46 anos foi finalmente identificada

Era conhecida há quase meio século como "Jane Doe 59"

Uma mulher canadiana esfaqueada até à morte há 46 anos em Los Angeles foi finalmente identificada, segundo as autoridades norte-americanas.

Conhecida há quase meio século como "Jane Doe 59", a vítima, que foi identificada na quarta-feira pela polícia de Los Angeles e pela sua irmã, chamava-se Reet Jurvetson.

O corpo da mulher, esfaqueado mais de 150 vezes na parte superior do tronco e no pescoço, foi descoberto em novembro de 1969 em Los Angeles.

A sua identidade permaneceu um mistério até que um amigo da família, em junho de 2015, reconheceu a fotografia enquanto navegava numa base de dados de pessoas desaparecidas e de mortos não identificados.

Testes aos ADN da vítima e da irmã, que vive no Canadá, confirmaram que se tratava de Reet Jurvetson.

A irmã descreveu Reet Hurvetson como uma "jovem que gostava de aventura e de liberdade".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG