Albufeira sensibiliza banhistas para perigo de derrocada em arribas

O objetivo da ação é sensibilizar os banhistas "sobre o perigo das arribas" em 25 praias de Albufeira.

A Câmara de Albufeira, em colaboração com a Autoridade Marítima Nacional (AMN) e a Polícia Marítima (PM), está a percorrer praias do concelho a alertar os banhistas para o perigo de derrocada de arribas, anunciou esta quinta-feira a autarquia.

As ações de sensibilização, que começaram em 05 de julho e se prolongam até 25 de agosto, realizam-se durante dois dias da semana, das 09:30 às 11:30, no âmbito do programa "Desfrute da praia em segurança! Colabore para a sua proteção", precisou a autarquia algarvia.

O objetivo da ação é sensibilizar os banhistas "sobre o perigo das arribas" em "25 praias do concelho", acrescentou o município algarvio num comunicado.

A mesma fonte adiantou que a ação de sensibilização vai levar elementos da AMN e agentes da PM a "distribuir folhetos com os comportamentos necessários a adotar em situação de perigo", sobretudo no que respeita ao risco que a proximidade das arribas representa para as pessoas em caso de derrocada.

A queda de arribas nas praias algarvias é um processo natural, que ocorre sobretudo no inverno, mas também pode acontecer durante o verão, à semelhança do que se verificou em agosto de 2009, na praia Maria Luísa, provocando a morte de cinco pessoas.

Apesar de as autoridades ambientais promoverem uma monitorização da costa do Algarve e procederem a intervenções técnicas no terreno para antecipar a queda de arribas em zonas onde é identificado risco, estes incidentes podem acontecer sem aviso prévio e a ação da Câmara de Albufeira visa que os "banhistas estejam informados sobre os principais perigos" da proximidade das falésias.

"É extremamente importante zelarmos pela segurança de todos os que visitam as nossas praias", considerou o presidente da Câmara de Albufeira, José Carlos Rolo, citado no comunicado, sublinhando a importância de ser "mantida distância do topo ou da base das arribas" e cumprida a sinalização de perigo que se encontra nos locais de risco.

Depois de ter estado na praia da Galé (dia 05), na praia do Castelo e Coelha (06), na praia Manuel Lourenço e Evaristo (12), a ação prosseguiu nas praias dos Pescadores e Peneco e vai, até final de julho, visitar as praias da Rocha Baixinha (19), Rocha Baixinha Poente (21), Maria Luísa (26) e Santa Eulália (28).

Em agosto, será a vez de se proceder à sensibilização dos banhistas nas praias dos Alemães (dia 04), do Inatel (05), dos Salgado (09), dos Arrifes e São Rafael (11), dos Olhos de Água (16), dos Aveiros e da Oura (18), da Falésia (20), das Belharucas (23) e da Rocha Baixinha Nascente (25), calendarizou a autarquia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG