Associação prepara queixa-crime contra alunos que esmurraram gato em Barcelos

OS maus-tratos terão sido registados em fotografia e vídeo, sendo que alguns desses registos já estão na posse da "StreetDogs".

A associação de proteção animal "StreetDogs", de Barcelos, vai apresentar uma queixa-crime contra alunos de uma escola secundária daquela cidade por alegados maus-tratos a um gato, foi esta segunda-feira anunciado.

Em declarações à Lusa, a presidente da direção da "StreetDogs", Alexandra Figueiredo, disse que a associação está a aguardar a junção ao processo de fotografias, vídeos e outro material para formalizar a queixa.

"Neste momento, o material de que dispomos já nos permite identificar dois agressores", adiantou.

Em causa um episódio registado na última sexta-feira junto à Escola Secundária de Barcelos, em que, segundo aquela associação, alguns adolescentes terão colocado um gato dentro de um saco e esmurrado o animal.

OS maus-tratos terão sido registados em fotografia e vídeo, sendo que alguns desses registos já estão na posse da "StreetDogs".

A associação apela a que lhe façam chegar outros eventuais registos, para juntar ao processo e apresentar uma queixa "mais consistente, que não fique em águas de bacalhau".

Alexandra Figueiredo disse ainda que a associação já contactou os responsáveis da escola em questão, que se manifestaram "disponíveis para colaborar".

Segundo a dirigente associativa, a "StreetDogs" aguarda ainda por "orientações jurídicas", para que a queixa "chegue ao sítio certo".

O gato em questão já foi, entretanto, adotado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG