Assaltantes tentaram atropelar militar, que respondeu com tiro de intimidação

Perseguição policial durou cerca de três quilómetros. Dos assaltantes, um foi detido, ouro está em fuga e o terceiro morreu afogado

Os três presumíveis assaltantes que hoje estiveram envolvidos numa fuga automóvel à GNR de Vila Verde, de que resultou a morte de um deles, tentaram atropelar um militar, informou fonte do Comando em Braga daquela força policial.

Segundo a fonte, nesse momento um dos militares efetuou um disparo "de intimidação, para o ar".

Os três homens, entre os quais um de 15 anos, terão efetuado, durante a noite, vários assaltos a estabelecimentos comerciais em Braga, Taipas e Vila Verde, nomeadamente pastelarias.

A GNR avistou a viatura em Vila Verde e tentou intercetá-la, mas a ordem de paragem foi desrespeitada.

Foi encetada uma perseguição policial, que durou cerca de três quilómetros e que terminou na chamada Ponte Nova, na fronteira entre Vila Verde e Amares, quando a viatura em fuga se despistou.

Os três tentaram uma fuga apeada, mas um deles, de 15 anos, foi detido pela GNR.

Outro, de 24 anos, acabou por morrer afogado no rio Homem.

O terceiro, de 26 anos, ainda está em fuga.

Na viatura em que seguiam, foram apreendidos alguns produtos furtados, entre os quais raspadinhas.

A Polícia Judiciária está a investigar.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG