ASAE fecha 10 restaurantes por falta de higiene

Organismo apreendeu 170 quilos de alimentos estragados

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) anunciou hoje que suspendeu a atividade de 10 estabelecimentos de restauração por falta de higiene, durante uma "operação relâmpago" na Grande Lisboa, tendo apreendido 170 quilogramas de alimentos estragados.

Num comunicado, a ASAE esclareceu que a operação decorreu em 70 estabelecimentos localizados nas Avenidas Novas, Cais de Sodré e Algés, tendo sido instaurados "38 processos de contraordenação e um processo-crime, com a suspensão de atividade de 10 operadores económicos por falta de requisitos de higiene".

Foram ainda "apreendidos cerca de 170 quilogramas de géneros alimentícios por género alimentício anormal avariado e ainda um instrumento de pesagem", acrescentou.

A autoridade económica destacou que, entre as principais infrações detetadas, estão o incumprimento de requisitos gerais de higiene, falta de implementação dos protocolos de segurança alimentar, falta de afixação de avisos obrigatórios, designadamente de venda de bebidas alcoólicas e de tabaco, e incumprimentos relativos ao Livro de Reclamações.

A ASAE realçou que a operação de fiscalização foi direcionada a estabelecimentos de restauração que dispõem de uma oferta diversificada ao nível da restauração e em áreas de afluência turística, por forma a garantir a Segurança Alimentar e a Saúde Pública dos consumidores, bem como a realização de práticas comerciais legais.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG