ASAE fecha fábrica que falsificava marcas de vestuário

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) fechou uma fábrica de roupa que estava a falsificar vestuário em Vizela, onde trabalhavam 15 pessoas, e apreendeu 63 mil artigos, num valor de 75 mil euros.

Num comunicado divulgado hoje, a ASAE adianta que realizou, esta semana uma ação de fiscalização no âmbito do combate à contrafação, dirigida a uma indústria têxtil de confeção e embalamento de vestuário, em Vizela

"Nesta ação, detetou-se que, paralelamente à produção legítima, a fábrica, com cerca de 15 trabalhadores, dedicava-se ainda à produção ilícita de artigos têxteis contrafeitos, falsificando marcas registadas, incluindo o próprio embalamento e etiquetagem", refere a autoridade.

Nesse sentido, foi "instaurado um processo-crime por contrafação, imitação e uso ilegal de marca e apreendidos cerca de 63 mil artigos têxteis, num valor aproximado de 75 mil euros", sendo que toda a mercadoria contrafeita não tinha qualquer faturação associada.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG