Um ferido grave em explosão seguida de incêndio em Viana do Castelo

Todos os 15 apartamentos do prédio ficaram com danos. O edifício foi evacuado e vai ser alvo de peritagem.

Lusa/DN
© Global Imagens

Uma pessoa ficou hoje gravemente ferida na sequência de uma explosão de uma botija de gás num edifico de dois pisos, mais águas furtadas, na cidade de Viana do Castelo, disse o comandante dos bombeiros sapadores locais.

Segundo o comandante António Cruz, o ferido grave é um homem e foi transportado para o hospital de Viana do Castelo.

A explosão, seguida de incêndio, ocorreu pelas 06:20, na Rua Arquiteto Ventura Terra, na união de freguesias de Santa Maria Maior e Monserrate e Meadela.

Pelas 08:00, o incêndio já tinha sido extinto pelos bombeiros.

Todos os 15 apartamentos do prédio ficaram com danos. O edifício foi evacuado e vai ser alvo de peritagem. A Polícia Judiciária foi chamada ao local para investigar a origem da explosão na cozinha de um apartamento situado no último andar do edifício.

As 18 pessoas retiradas do edifício estão a receber acompanhamento dos serviços de ação social da Câmara. Segundo adiantou à agência Lusa fonte do pelouro da Coesão Social da autarquia, das dez famílias, sete agregados familiares (15 pessoas) foram realojados num hotel no centro da cidade e os restantes em casa de familiares.

Segundo o 'site' da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, chegaram a estar no local 25 elementos, apoiados por 10 veículos.

Ao local comparecerem os bombeiros voluntários e sapadores, a PSP e a Viatura de Emergência Médica (VMER) estacionada no hospital de Santa Luzia, em Viana do Castelo.