PJ deteve mulher suspeita de incendiar casa do ex-companheiro em Vieira do Minho

Vingança apontada como a principal causa do crime.

Lusa
© DN/Lusa

A Polícia Judiciária (PJ) deteve uma mulher de 53 anos suspeita de ter ateado fogo à residência do seu ex-companheiro, em Vieira do Minho, no distrito de Braga, anunciou hoje aquela força.

Em comunicado, a PJ refere que o incêndio foi registado em 23 de agosto e provocou a "destruição completa" da casa.

"A suspeita atuou motivada por vingança e em contexto de violência doméstica, recorrendo a líquido acelerante, para incendiar a habitação do seu ex-companheiro", acrescenta.

Diz ainda que só a intervenção dos bombeiros evitou que o incêndio se tivesse propagado à mancha florestal envolvente.

A detida vai ser presente às autoridades judiciárias competentes, para interrogatório judicial e aplicação de medidas de coação.