Bloco de partos da Maternidade Alfredo da Costa volta a estar fechado ao exterior

Devido a "escalas incompletas", o bloco de partos da Maternidade Alfredo da Costa, em Lisboa, está desde as 09:00 encerrado ao exterior, estando previsto reabrir na manhã de sábado. A urgência de Ginecologia e Obstetrícia está aberta sem constrangimentos.

DN
© Arquivo Global Imagens

Pela segunda vez esta semana, o bloco de partos da Maternidade Alfredo da Costa (MAC), em Lisboa, está encerrado ao exterior desde as 09:00 desta sexta-feira, estando previsto reabir às 09:00 de sábado, tal como refere o portal do SNS. Uma situação decorrente "de escalas incompletas", informou ao DN o gabinete de comunicação do Centro Hospital Universitário Lisboa Central (CHULC), de que a MAC faz parte.

"Os constrangimentos dizem respeito à atividade do bloco de partos relativa ao exterior, pelo que o CODU [Centro de Orientação de Doentes Urgentes] não está a transferir grávidas emergentes para a MAC", diz o centro hospitalar.

O bloco de partos da MAC "continua a responder, com normalidade, a todas as necessidades internas (grávidas internadas)", explica o CHULC.

Esclarece ainda que não existem constrangimentos na urgência de Ginecologia e Obstetrícia do CHULC-MAC, que "está aberta". "As mulheres que se dirijam à unidade são, por isso, todas avaliadas", assegura o centro hospitalar.

Esta é a segunda vez esta semana que a maternidade enfrenta constrangimentos. Na segunda-feira, o bloco de partos da MAC foi encerrado às 15:30 "devido a uma indisponibilidade imprevista" de um dos médicos da equipa, confirmou à Lusa fonte do gabinete de comunicação do Centro Hospitalar Lisboa Central.

O encerramento manteve-se até às 09:00 de terça-feira, mas de acordo com a mesma fonte, apenas para as grávidas que chegassem do exterior.

Os constrangimentos não se verificam apenas no bloco de partos da MAC, encerrado ao exterior até às 09:00 deste sábado, mas também no funcionamento da urgência de ginecologia/obstetrícia do Hospital de Aveiro.

Depois de ter estado encerrado entre as 20:30 de segunda-feira e as 08:30 do dia seguinte, o serviço de urgência de ginecologia/obstetrícia do Hospital de Aveiro vai voltar a encerrar este sábado, a partir das 20:30, estando previsto reabrir às 08:30 de domingo.

O Centro Hospitalar do Baixo Vouga (CHBV) faz saber que, "apesar de todos os esforços encetados, continuam a verificar-se constrangimentos no funcionamento da urgência de Ginecologia/Obstetrícia do Hospital de Aveiro", pelo que "durante alguns turnos desta semana, verificar-se-á a necessidade de encaminhar as grávidas para outras maternidades da Região, as quais têm assegurado, e continuarão a assegurar, a resposta e o funcionamento em rede do SNS".

"Reitera-se também que, o CHBV e o CODU/INEM mantêm estreita articulação para garantir o encaminhamento das urgências para as maternidades da Região, com toda a segurança", assegura o centro hospitalar em comunicado, que apela à compreensão das utentes, "lamentando, desde já, os eventuais constrangimentos que esta situação possa causar e que, apesar de todos os esforços, não foi possível ultrapassar".

Também a urgência de Ginecologia/Obstetrícia do Hospital Garcia Orta, no distrito de Setúbal, assim como o bloco de partos, vai estar encerrada a partir das 20:00 desta sexta-feira e irá reabrir às 08:00 de domingo, segundo o portal do Serviço Nacional da Saúde (SNS).