Agentes da PSP ajudam grávida presa no trânsito a chegar à maternidade

Estava em trabalho de parto e o pai não conseguia tirar o carro do acesso à Praça de Espanha. Valeu-lhes intervenção da PSP

"Parabéns ao Francisco. Obrigado por nos deixares fazer parte da tua chegada a este Mundo." Foi assim que a PSP assinalou, no Facebook, o nascimento do Francisco, em Lisboa, e no qual tomaram parte dois agentes daquela força da autoridade; tudo porque o automóvel onde viajavam a mãe de Francisco e o avô, que conduzia a filha de urgência para a maternidade, ficou preso no trânsito caótico da capital e só graças à intervenção da PSP tudo correu sem sobressaltos.

A história foi partilhada no Facebook pelo avô do recém-nascido e a PSP fez questão de a repetir no seu mural, partilhando igualmente uma foto da mãe e do bebé. Contou o avô que ficou preso no trânsito quando levava a filha, em trabalho de parto e com uma gravidez de risco, para a Maternidade Alfredo da Costa (MAC).

"A minha filha com as dores da contração teve que sair do carro e pôr-se de pé encostada à porta, enquanto estávamos parados", refere na publicação. Os dois agentes da PSP, a poucos carros de distância, aperceberam-se das dificuldades e perguntaram à família se era necessária ajuda. Perante a resposta aflita do condutor, rapidamente abriram caminho por entre o trânsito para que o automóvel que transportava a grávida chegasse à MAC.

"Quero a esses dois agentes expressar o meu maior agradecimento e gratidão pela forma exemplar com que nos 'escoltaram'", escreveu o avô, acrescentando que chegou em poucos minutos à maternidade e a rapidez foi "crucial" para que parto se desenrolasse da melhor forma.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG