Agente de execução desviou 48 mil euros

Investigação analisou 10 processos executivos em que o profissional de 55 anos interveio

A Polícia Judiciária do Porto deteve um agente de execução pela autoria do crime de peculato, no cumprimento de mandado de detenção emitido pelo Ministério Público - DIAP do Viseu.
Segundo o comunicado da PJ, a detenção aconteceu na sequência de uma investigação que levou à análise e perícia, por amostragem, de 10 processos executivos, onde se concluiu que terá ocorrido a apropriação indevida pelo suspeito de cerca de 48.000,00. O detido iria hoje ser presente a primeiro interrogatório para aplicação das medidas de coação adequadas.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG