327 farmácias abertas toda a noite na região centro. Saiba quais

Duas farmácias arderam nos incêndios deste fim de semana. Vão funcionar em instalações provisórias

A rede de farmácias reforçou o serviço às populações por causa dos incêndios e esta noite (segunda-feira) 327 vão ficar de serviço em toda a Região Centro, diz a Associação Nacional de Farmácias (ANF) em comunicado, adiantando que ativou o seu plano de emergência e garantiu o reforço do fornecimento de produtos essenciais à população e bombeiros, "com a extraordinária colaboração do setor grossista e da indústria farmacêutica".

Consulte aqui a lista completa de farmácias de serviço aos incêndios

A prestação de serviço farmacêutico foi fortemente condicionada, em muitos locais, devido ao fumo, calor intenso e aos cortes de comunicações e estradas, refere a ANF. No comunicado esclarece que existem 37 farmácias nos concelhos de Arganil, Góis, Tondela, Gouveia, Oliveira do Hospital, Tábua, Oliveira de Frades, Seia e Vouzela sobre as quais não é possível informar quanto à sua disponibilidade por dificuldades de comunicação.

Segundo a ANF duas farmácias - Farmácia da Lajeosa do Dão, Tondela, Viseu e Farmácia Central, em Melo, Gouveia, Guarda - arderam. "Estas farmácias vão retomar o serviço à população em instalações provisórias cedidas pelas respetivas juntas de freguesia. A Farmácia da Lajeosa já esta terça-feira, a Farmácia Central na quarta-feira", pode ler-se no comunicado.

"A ANF endereça uma palavra de encorajamento às equipas das farmácias, profissionais de saúde e de proteção civil, e aos bombeiros no terreno. As farmácias manifestam a sua profunda solidariedade às populações afetadas", acrescenta.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG