20 mil abelhas perseguiram carro durante dois dias

Só na segunda tentativa os apicultores conseguiram tirar todas as abelhas, mas não se livraram de várias picadas

Carol Howarth, de 65 anos, nem queria acreditar quando viu um enorme enxame alojado no seu carro. Mais difícil foi ver que depois de apicultores terem ajudado a retirar mais de 20 mil abelhas, elas estavam de volta no dia seguinte. "Uma teoria é que a rainha estava presa no meu carro e o enxame seguiu-a, mas não conseguiram encontrar a rainha e, por isso, não sei se será verdade", referiu Carol, citada pelo The Telegraph. "Talvez gostassem do calor do carro", acrescentou.

O insólito aconteceu em Haverfordwest, no País de Gales. Carol Howarth estacionou o carro para ir às compras e durante esse tempo o enxame começou a dar outra cor ao carro. "Nunca tinha visto nada assim", admitiu Carol. Opinião partilhada por um guarda do Parque Nacional da Costa de Pembrokeshire, que estava a passar no local quando viu as abelhas. "Era espetacular. Muitas pessoas estavam maravilhadas com o que estavam a ver", contou.

Receando que as abelhas pudessem ser mortas com um pesticida, Tom Moses resolveu chamar três apicultores da associação local. Não foi uma missão fácil e Moses referiu que foi vítima de várias picadas: "Na cabeça, no pescoço e por trás das orelhas."

O caso parecia resolvido, mas no dia seguinte as mais de 20 mil abelhas estavam de volta ao carro de Carol Howarth, que chamou outros dois apicultores. "É possível que a rainha tenha sido atraída por algo no carro, talvez algum doce ou comida", explicou Roger Burns, que tentou retirar as abelhas o mais rapidamente possível. Ao fim de "15 ou 20 picadas" teve de passar a vez a outro apicultor que terminou o trabalho. "Sou apicultor há 30 anos e nunca vi um enxame fazer isso. É natural as abelhas seguirem a rainha, mas é estranho e surpreendente vê-las perseguir um carro durante dois dias", salientou Roger Burns.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG