A montra de um futuro de sucesso na saúde digital

A 4º edição do HINTT premiou quatro dos projetos candidatos que pretendem explorar o papel interventivo do cidadão ao nível da prevenção e monitorização da sua saúde e na gestão da doença para um futuro promissor na saúde digital.

O mundo tem vivido tempos para os quais não estava preparado. Todos os setores tiveram de se reinventar, mas houve um que se manteve sempre ativo: o da saúde. Mas afinal que papel vai ter a tecnologia na área da saúde para superar este momento adverso?

No dia 1 de outubro de 2020 aconteceu a entrega dos Prémios HINTT - Maturidade Digital, no Pavilhão do Conhecimento, sob o tema da aceleração digital provocada pelos tempos conturbados que se têm vivido desde o início da pandemia.

No evento promovido pelo Glintt (Global Intelligent Technologies), foram abordados os principais impulsionadores de mudança relativos ao impacto da tecnologia nos profissionais de saúde, cidadãos e em todo o ecossistema da saúde.

Nuno Vasco Lopes, CEO e Presidente da Comissão Executiva da Glintt fez as honras de abertura do evento, como habitual, e salientou que "a importância que a tecnologia e a saúde têm na sociedade tornou-se ainda mais relevante. Vivemos num período de incerteza e isso obriga-nos a mudar a forma como tomamos decisões".

Um futuro mais risonho
Depois da primeira intervenção foi o momento de ouvir o orador principal, Gerd Leonhard, futurista e humanista, que marcou presença via videoconferência, e começou por dizer que "o futuro é melhor do que pensamos".

Durante a intervenção, Gerd Leonhard falou sobre as oportunidades para o setor da saúde, para o mundo dos negócios e para a sociedade durante os próximos 10 anos e salientou que "o normal que conhecemos acabou. Agora o importante é colaborar, reinventar e passar de apenas tratar pessoas doentes, para também evitar que pessoas saudáveis fiquem doentes".

Antes de serem anunciados os 10 finalistas, subiu a palco o Presidente do Júri, José Martins Nunes, que revelou que o júri teve a missão de avaliar e comparar o mérito das equipas, onde se procurava os melhores cuidados de saúde, equidade em saúde, garantia da sustentabilidade financeira e foco na visão 360º do doente.

Os vencedores que surfam a onda digital
Entre os 10 finalistas, foram distinguidos quatro vencedores nas diferentes categorias: Startup Innovation, Clinical Outcomes, Patient Safety e Value Proposition.

Assim, na categoria de Startup Innovation, o prémio foi para a HeartGenetics com o projeto MyPharmaGenes, que pretende oferecer aos doentes o acesso a uma terapêutica mais personalizada e acertada.

Na categoria de Clinical Outcomes, o vencedor foram os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde com o projeto Nudge Digital, onde o objetivo principal é reduzir ao máximo a sobreprescrição de antibióticos.

Por outro lado, o IPO Coimbra, com o Projeto Oncommunities, foi o vencedor na categoria de Patient Safety, desenvolvendo um projeto que pretende criar uma comunidade online de doentes com cancro da mama para promover a reabilitação física e psicossocial.

Na última categoria, Value Proposition, o vencedor foi a Santa Casa da Misericórdia do Porto com a aplicação Mordomo Digital, que pretende simplificar a atividade clínica com garantia de que o registo da informação é feito com segurança no doente certo.

A 5ª edição do HINTT já foi anunciada. O dia 7 de outubro de 2021 é a data escolhida para o culminar de mais uma edição e as candidaturas estão oficialmente abertas. As candidaturas decorrem até dia 31 de maio do próximo ano e podem ser enviadas para premiohintt@glintt.com.

Um olhar único do cidadão
O número de candidaturas aumentou face aos anos anteriores. Para Filipa Fixe, Administradora Executiva da Glintt, a inovação tecnológica não se limita a gerir a doença, mas sim a promover a saúde.

Foi identificado um avanço na gamificação e virtualização do que são os cuidados de saúde. Esses cuidados de saúde estão a ser pensados para uma faixa etária mais jovem?
Temos de ter soluções para populações mais jovens que garantam que estão a fazer, através da tecnologia, o seu autorrastreio. A lógica que temos nos jogos de lazer tem de ser aproveitada dentro do contexto da saúde para garantir que estamos a tratar da nossa saúde e que esse é o foco de toda a população.

É expectável que na próxima edição o foco mude para uma medicina preventiva e preditiva?
Queremos sempre uma medicina que seja personalizada, que olhe para nós enquanto indivíduo único. Portanto, a lógica de personalizar é algo que, enquanto indivíduos, pretendemos.

Acredita que no futuro não vamos tratar a doença, mas sim manter a saúde?
O número de camas e de profissionais de saúde, a nível mundial, nunca será suficiente para acompanhar a evolução demográfica da população. Portanto, temos de nos manter saudáveis e utilizar a tecnologia para garantir que estamos a gerir a nossa saúde de forma efetiva e que, quando precisamos de ser tratados na fase de doença, tenhamos a tecnologia para fazer a monitorização.

O que dizem os surfistas desta onda digital

​Startup Innovation
HeartGenetics - MyPharmaGenes
"Este prémio chegou no momento e hora certos. Vai permitir acelerar a entrada da solução no mercado, dar visibilidade e permitir a partilha de conhecimento e inovação. A missão é desenvolver soluções que permitam às pessoas usar a sua informação genética para prevenir doenças e participar na manutenção da sua saúde"

Patient Safety
IPO Coimbra - Oncommunities
"Acreditámos neste projeto desde o início. A sensação de que a Glintt também acreditou em nós foi extraordinária. O nosso objetivo é manter a plataforma Oncommunities no próximo ano para as doentes com cancro da mama, enquanto aguardamos pelo potencial financiamento para a alargar para outras patologias"

Value Proposition
Santa Casa da Misericórdia do Porto - Mordomo Digital
"A prática de cuidados de saúde suportados por dispositivos móveis é muitas vezes saudada como o futuro dos serviços digitais nos cuidados de saúde. O compromisso da Misericórdia do Porto é contribuir para o desenvolvimento da sociedade através de soluções integradas e inovadoras na prestação de serviços humanizados"

Clinical Outcomes
Serviços Partilhados do Ministério da Saúde - Nudge Digital
"É o reconhecimento de um projeto inovador que consideramos ser uma mais-valia para a saúde pública. As motivações partiram do desafio de aproximar a comunidade científica da Administração Pública, trazendo os conhecimentos científicos existentes na academia, para responder a problemas concretos na área da saúde"

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG