Suspeito de raptar menor já estava referenciado por crimes sexuais

Adolescente de Ponte de Lima esteve desaparecida uma semana. Foi hoje resgatada pela PJ

O homem que estava na companhia de Mariana Leirinha, 13 anos, quando a menor foi esta manhã resgatada pelas autoridades já estava referenciado pela prática de crimes de natureza sexual envolvendo menores de idade, informa a Polícia Judiciária.

O indivíduo, de 24 anos, foi detido e encontra-se indiciado pela prática de, pelo menos, um crime de rapto agravado.

O suspeito do rapto da adolescente tê-la-á aliciado através do Facebook. Esta manhã, em Vigia, Vagos, distrito de Aveiro, a Polícia Judiciária resgatou a menor e deteve o homem, que será presente a interrogatório judicial para aplicação de medidas de coação.

Mariana Leirinha já está com a família.

O diretor do jornal de Vagos O Ponto acompanhou parte da operação. Quando Emídio Francisco chegou ao local havia grande aparato policial e a criança já estava num carro das autoridades. "Estava serena mas surpreendida", diz ao DN.

O alerta para o desaparecimento de Mariana Leirinha foi dado ao final do dia de sexta-feira passada. A adolescente, residente na freguesia de Beiral do Lima, "apanhou o autocarro dos transportes escolares, na sexta-feira de manhã, para ir para as aulas mas não se apresentou na escola", contou então fonte do Comando Nacional da GNR.

Praticamente desde o início, as operações de busca foram alargadas à região de Aveiro devido à captação de um sinal do telemóvel naquela zona.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG