PJ deteve dois homens com oito chifres de rinoceronte

A Polícia Judiciária deteve na sexta-feira dois homens suspeitos de pertencerem a uma organização criminosa de receptação, furto e contrabando de chifres de rinoceronte.

Os suspeitos de pertencerem a uma rede internacional de contrabando, foram detidos no aeroporto de Lisboa quando se preparavam para embarcar num voo para a Irlanda.

Os dois indivíduos, australianos, encontravam-se na posse de oito chifres de rinoceronte, que se encontravam escondidos nas malas.

A mercadoria apreendida tem um valor total na ordem dos 500 mil euros, segundo fonte da Judiciária.

De acordo com a mesma fonte, os chifres de rinoceronte destinam-se ao mercado chinês, onde atingem valores elevadíssimos e ultimamente têm sido detectados inúmeros crimes de contrabando por toda a Europa.

Este crime tem atingido uma dimensão tal que a Europol decidiu criar um grupo de trabalho para investigar esta organização criminosa.

Estas detenções foram as primeiras de uma investigação policial que ainda decorre e pode proporcionar novas diligências.

A investigação destes crimes de contrabando iniciou-se entre Março e Abril quando dois chifres de rinoceronte foram furtados do Museu de História Natural de Coimbra.

A Polícia Judiciária prestará mais informações sobre esta operação policial nas próximas horas, a partir da directoria de Coimbra.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG