"Só havia segunda volta com dois do PSD, Marcelo e Rio"

Fernando Costa diz que Marcelo faz bem em dizer que não vai hostilizar Costa e que, mesmo assim, terá o partido do lado dele

O social-democrata e antigo presidente da câmara municipal das Caldas da Rainha, Fernando Costa, esteve esta manhã a acompanhar as ações de campanha de Marcelo Rebelo de Sousa e elogiou o facto de o candidato recomendado por PSD e CDS garantir que irá dar a mão a Costa.

"Nenhum presidente no primeiro mandato agride o governo. Todos fazem isso. Ele está a ser sincero e é bom que ele diga já isso e não só depois quando chegar lá", afirmou Fernando Costa. O social-democrata diz que o PSD tem de entender esta posição, pois "um partido não pode ter o Presidente no bolso".

Fernando da Costa destacou a unidade do PSD em torno de um candidato, quando "o PS tem cinco candidatos", com dois mais evidentes que "não se percebe se são dois por guerras de lojas [maçónicas] ou de lóbis".

O autarca (agora vereador na câmara de Loures, por acordo com o comunista Bernardino Soares) acredita que Marcelo irá vencer à primeira volta. "Segunda volta só existiria se o PSD tivesse dois candidatos, Marcelo e Rio, e iam os dois à segunda volta". Além disso, diz o militante do PSD, "Marcelo já toda a gente sabe o que vai ser em Belém, os outros não".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG