Quer passar um ano na Nova Zelândia? Já abriram as candidaturas

Passar até um ano a estudar e/ou trabalhar na Nova Zelândia já é possível. Se tem até 30 anos, já pode candidatar-se no site da Secretaria de Estado das Comunidades

Se tem entre 18 e 30 anos e gostava de passar um ano a trabalhar e/ou estudar na Nova Zelândia, esta pode ser a sua oportunidade. No âmbito de um protocolo assinado entre o país e a nossa secretaria de Estado das Comunidades, estão abertas 50 vagas para levar portugueses a viver novas experiências profissionais e abrir horizontes do outro lado do mundo.

O acordo é semelhante a outros já existentes com a Austrália, Chile, Argentina, Japão e Coreia do Sul e abre agora a primeira fase de candidaturas, pelo que os interessados deverão submeter o mais rapidamente possível os seus currículos e propostas aqui. O prazo está a contar.

"O Work on Hollidays é um programa de mobilidade juvenil (18-30 anos) que entrará em vigor a 30 de março", explicou ao DN o secretário de Estado José Luís Carneiro, em entrevista, na semana passada. "Os candidatos têm de estar atentos ao portal das comunidades, onde vão abrir as 50 vagas disponíveis e terão de se candidatar eletronicamente a esta espécie de visto com via verde com duração até um ano, que lhes permite ir estudar ou com propostas de trabalho."

Na Austrália já temos um acordo semelhante, com 200 vagas (desde 2014) e que estão esgotadas pelos portugueses. "É um projeto interessante porque permite promover um espírito de maior compreensão do mundo", considera o governante.

Saiba aqui como se candidatar.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG