PS demarca-se da resolução do Bloco para demissão de Carlos Costa

Bancada socialista referiu à agência Lusa que o PS "nunca pediu a demissão do governador do Banco de Portugal, apesar de críticas à sua atuação"

O PS vai demarcar-se do projeto de resolução do Bloco de Esquerda que pede o afastamento do governador do Banco de Portugal (BdP), Carlos Costa, disse hoje à agência Lusa fonte da direção da bancada socialista.

Este projeto de resolução foi anunciado pela deputada bloquista Mariana Mortágua e deverá ser votado em plenário na próxima semana.

Fonte da direção da bancada socialista referiu à agência Lusa que o PS "nunca pediu a demissão do governador do Banco de Portugal, apesar de críticas à sua atuação, designadamente por factos ocorridos sobretudo na anterior legislatura e que tiveram lugar antes da sua recondução em funções pelo anterior Governo PSD/CDS-PP".

Por essa razão, o cenário mais provável é que o Grupo Parlamentar do PS opte pelo voto contra o projeto de resolução do Bloco de Esquerda".

Hoje, em plenário, no encerramento de uma interpelação do CDS-PP ao Governo, Mariana Mortágua justificou a resolução "em nome da estabilidade do sistema financeiro e também em nome do interesse dos contribuintes lesados pela inação ou pela má ação do governador do Banco de Portugal".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG