Orçamento: PS diz que relatório da UTAO "desmente histeria mediática"

Relatório indica que "a estimativa do Governo, não só é fundamentada, como é conservadora", afirmam os socialistas.

O deputado socialista, João Galamba, sublinhou esta quinta-feira, que o relatório apresentado pela Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO) desmente "uma certa histeria mediática que se criou em torno da credibilidade" do cenário macroeconómico da proposta de orçamento do Estado.

João Galamba, que aproveitou o momento para elogiar o trabalho "muito competente " daquela entidade, acrescentou também que ao analisar o relatório da UTAO "sobre o Programa de Estabilidade, do anterior governo, com o que diz agora, a conclusão é evidente e é que este quadro macroeconómico é significativamente mais credível do que o anterior".

O deputado declarou que a avaliação dos técnicos indica que "a estimativa do Governo, não só é fundamentada, como é conservadora" e que no caso do consumo, "o risco é ascendente, ou seja, pode crescer mais".

Por outro lado, o relatório dos técnicos da UTAO mostra um ligeiro abrandamento no consumo privado que passará de 1,7 pontos percentuais em 2015 para 1,6 pontos percentuais, o que está "em linha com o ligeiro abrandamento do crescimento", que será de 1,8% em 2016.

Os técnicos acrescentam ainda que "o cenário do OE2016 considera uma desaceleração do consumo privado, apesar do aumento previsto para as remunerações", o que se justifica com a previsão de "um ligeiro aumento na taxa de poupança".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG