Primeira guerra nas fileiras de Rui Rio

Presidente da distrital de Viseu desiludido com falta de nomes da região nos órgãos nacionais do partido.

Pedro Alves, presidente da distrital de Viseu, apoiante de Rui Rio na campanha, está desiludido com o presidente eleito. "Não sabemos o que neste momento Rui Rio quer de Viseu, tendo em conta que esta distrital não foi convidada para os órgãos nacionais", afirmou aos jornalistas.

Rui Rio teve em Viseu o segundo melhor resultado nacional,com 65% dos votos. Pedro Alves,deputado, lembrou que a sua distrital foi autora de uma moção em que se propõe um acordo de regime com grande impacto para o desenvolvimento do interior, "que mereceu o apoio de Rui Rio", mas que agora "não se percebe se há realmente vontade".

Questionado sobre se pretendia apresentar uma lista autónoma ao Conselho Nacional, frisou que "as presenças não são importantes, o relevante são os sinais que se quer dar para as regiões, neste caso Viseu". E concluiu: "As listas para os órgãos nacionais não podem ser meras negociações, têm também de haver critérios políticos. Aqui parece ter-se resumido ao primeiro caso".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG