Portugal não está pronto para discutir eutanásia infantil

A Bélgica legalizou ontem o acesso à eutanásia a menores de 18 anos. A extensão da lei que já estava em vigor, mas para adultos, não estabelece limites de idade. Em Portugal, as opiniões sobre a eutanásia infantil dividem-se. Mas há um ponto em comum entre todos: Portugal ainda não está pronto para discutir o tema.

"Uma lei destas exige que as pessoas tenham muita consciência do que é a consciência moral das crianças e o que é a consciência da própria morte", diz ao DNa pedopsiquiatra Ana Vasconcelos, salientando que "até aos dez anos a criança não tem consciência que morre".

Já Miguel Oliveira e Silva, presidente do Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida, afirma que para a discussão ser séria é preciso ter uma definição inequívoca de eutanásia. "Não me parece que a discussão seja uma prioridade. Até hoje nenhum deputado fez um projeto-lei ou propôs discutir oralmente o tema."

Leia mais pormenores no e-paper do DN

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG