Laboratório de drogas sintéticas recebia em bitcoins

PJ desmantela laboratório de drogas sintéticas e detém dois estrangeiros

A Polícia Judiciária (PJ) deteve duas pessoas e desmantelou um laboratório de drogas sintéticas que funcionava na residência dos suspeitos e que produzia LSD líquido, DMT, 2CB e outras substâncias psicoativas, informou hoje aquela polícia.

Segundo a PJ, os detidos, de nacionalidade estrangeira e sem profissão conhecida, têm 40 e 34 anos, e ficaram em prisão preventiva após primeiro interrogatório judicial.

De acordo com elementos recolhidos durante a investigação, iniciada em meados de 2016, os suspeitos dedicavam-se à elaboração de drogas sintéticas (estupefacientes e substâncias psicoativas), que enviavam por correio para todo o mundo, em pequenos envelopes ou encomendas postais.

As encomendas eram efetuadas pela Internet e muitos pagamentos eram feitos através de bitcoin (moeda virtual), tendo-se procedido à apreensão do equivalente a 14 mil euros.

A investigação, que ainda prossegue, foi realizada pela Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes (UNCTE) da PJ, em colaboração com a Interpol e autoridades de outros países europeus.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG