PCP, um partido grande proprietário? "Façam como nós", atira Jerónimo

Secretário-geral comunista desafia partidos a procurarem financiamento livre "da pressão e da submissão ao capital e ao Estado"

Jerónimo de Sousa desafiou os outros partidos a fazerem como o PCP na sua gestão financeira. Depois de sublinhar a "campanha nacional para adquirir a Quinta do Cabo e alargar o terreno da Festa do Avante!", o secretário-geral comunista tirou os olhos do discurso e ironizou com as mais recentes críticas - sobretudo do CDS - ao património imobiliário do partido.

"Andam praí alguns preocupadíssimos com o PCP, um partido grande proprietário", atalhou Jerónimo. E depois referiu-se às propriedades que o partido possui: "É verdade, camaradas, grandes proprietários daquela Quinta do Cabo, daquela Quinta da Atalaia, de centros de trabalho, de doações feitas livremente pelos militantes e amigos do partido."

De caminho, o líder comunista desafiou os outros partidos a financiarem-se como o PCP: "Façam como nós! Vivam dos trabalhadores e do povo, dos militantes do partido, reforcem a sua ação e a sua intervenção e capacidade financeira, fazendo como nós libertos da pressão e da submissão ao capital e ao Estado, um partido independente que quer fazer o melhor para o seu povo e o seu país."

Exclusivos