"Para preservar a minha dignidade". Leia na íntegra a carta da ministra

"Logo a seguir à tragédia de Pedrógão pedi, insistentemente, que me libertasse das minhas funções", revela Constança Urbano de Sousa

O Governo divulgou a carta de demissão da ministra da Administração Interna ao primeiro-ministro António Costa. No documento, Constança Urbano de Sousa revela que pediu "insistentemente" a demissão desde a tragédia de Pedrógão Grande e que agora o primeiro-ministro tem de aceitar, para preservar a sua "dignidade pessoal".

Leia a Carta na íntegra aqui.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG