O melhor é vender o Banif para Estado não perder mais dinheiro

Comentador defende que esta é a melhor solução e que deve venda deve ficar fechada esta noite. Santander é o comprador mais provável

"Do que apurei, o mais provável é que o Governo e o Banco de Portugal venda a participação que têm no Banif. A negociação está a decorrer desde ontem e é provável que a venda se concretize esta noite. O Santander é o que está melhor posicionado, das seis propostas que foram apresentadas. Vender é o melhor porque o Estado não perde mais dinheiro", afirmou esta noite Marques Mendes, no habitual comentário da SIC, acrescentando que as negociações ainda estão a decorrer.

O mesmo explica que apesar do Governo não conseguir recuperar o dinheiro que investiu quando comprou uma participação do banco, a venda vai evitar mais injeções de capital e mais dinheiro perdido. "Com a venda, o Estado não tem de meter mais dinheiro e não agrava o défice. Se não acontecer, o plano - que é muito pouco provável - é a resolução do banco e a criação de um banco bom e um banco mau, o Estado meter mais dinheiro e agravar o défice", disse.

Sobre a pressa do negócio - as propostas foram apresentadas até sexta-feira e o processo tinha de ficar concluído até ao final do ano - Marques Mendes afirmou que esta é uma forma de defender quem tem dinheiro no Banif. "A pressa é para defender os depositantes. A 1 de janeiro passam a existir novas regras que penalizam os depositantes. Neste momento, como disse António Costa, estão todas garantidas."

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG