Nóvoa divulga documentos académicos para acabar com campanha "difamatória"

Para não "deixar qualquer margem para dúvida perante as pessoas", Sampaio da Nóvoa mostra 14 documentos contra "calúnia"

António Sampaio da Nóvoa divulgou esta quarta-feira à noite, no site da sua candidatura, 14 documentos com que quer pôr fim a "uma inqualificável e difamatória campanha", apontando o dedo a quem anda a iludir (o verbo que é usado) "os portugueses e desrespeitando as regras mais elementares do debate democrático".

"A calúnia é a arma dos desesperados", escreveu o candidato, repetindo uma frase que já tinha atirado a Cândido Ferreira, o candidato que levantou suspeitas sobre o percurso académico do antigo reitor da Universidade de Lisboa

Para além de uma nota "a propósito das notícias e boatos" sobre a sua formação académica, onde defende que "um ataque infundado desta natureza não deveria merecer senão indiferença, e deveria apenas servir para envergonhar quem o profere", Sampaio da Nóvoa publica um "curriculum vitae completo elaborado em 2009", para além de documentos que comprovam o seu percurso académico, com os vários certificados dos vários cursos frequentados.

"Toda a prova documental, diplomas e certificados, está disponível para consulta pública nas plataformas oficiais da minha candidatura, sendo certo que estou e estarei sempre disponível para o escrutínio total sobre o meu percurso académico", rematou Nóvoa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG