Municípios defendem rápida entrada em funções do governo

Manuel Machado critica Cavaco tempo por ter levado "demasiado tempo a concluir"

A Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) defendeu que é importante que o novo Governo "entre rapidamente em funções", depois de hoje o Presidente da República ter indicado o secretário-geral do PS, António Costa, para primeiro-ministro.

"As necessidades do país e também dos municípios, as necessidades das pessoas aconselham a que entre rapidamente em funções o novo Governo. Saudamos esse avanço e fazemo-lo com grande expectativa", afirmou Manuel Machado aos jornalistas.

O também presidente da Câmara de Coimbra, que falava no final de uma reunião do conselho diretivo da ANMP, em Vila Real, disse que, pessoalmente, considera que o Presidente da República "levou demasiado tempo a concluir" este processo.

"O Parlamento decidiu e a partir daí este era o caminho e é preciso seguir este novo caminho com determinação, confiança e tranquilidade", salientou.

Questionado sobre as expectativas da ANMP quanto ao novo Governo de António Costa, Manuel Machado disse esperar que este encare "com realismo" as propostas que a associação tem feito, designadamente "o aperfeiçoamento" da Lei das Finanças Locais e das leis que regulam e "diferenciam negativamente" os titulares de cargos políticos autárquicos.

"Temos esperança que se proceda à reprogramação dos fundos comunitários alocados à parceria Portugal 2020, há diversos entorses que foram introduzidos na execução, há delongas muito grandes relativamente à entrada no terreno do dinheiro comunitário", acrescentou ainda.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG