Mota Soares: "Há que respeitar os resultados"

O deputado e ex-ministro centrista diz que "é um dia triste" para a Europa

Luís Pedro Mota Soares sublinha que "sempre que há processos referendários a primeira palavra deve ser de respeito pelos resultados". "Dito isto", salienta, "este é um dia triste para a Europa".

Para o deputado do CDS e ministro do anterior governo, "uma União Europeia (UE) sem o Reino Unido é uma UE diminuída no plano Atlântico, especialmente relevante para Portugal". Por outro lado, assinala, "o Reino Unido é a segunda maior economia da Europa e isso também terá consequências. O Reino Unido serviu também muitas vezes como contrapeso na excessiva continentalização dos processos de decisão europeus, bem como um papel muito importante na NATO na política de defesa europeia".

Para Mota Soares este "é também um dia triste porque o Reino Unido se isola do projeto europeu". O deputado acredita que se avizinham naquele país "tempos de grande instabilidade política e económica, bem como problemas nas nações que constituem o Reino Unido".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG