Ministro diz que há "bom clima" de diálogo com médicos e enfermeiros

Adalberto Campos Fernandes disse que "estão abertas várias frentes de diálogo" mas que é "é impossível dar tudo a todos ao mesmo tempo"

O ministro da Saúde afirmou hoje que há um "bom clima" de diálogo com as organizações sindicais dos profissionais de saúde, mas lembrou que é impossível devolver instantaneamente tudo o que foi retirado a médicos e enfermeiros.

"Os momentos de reivindicação são momentos de democracia", afirmou Adalberto Campos Fernandes aos deputados da comissão parlamentar de Saúde a propósito das recentes manifestações de descontentamento por parte de médicos e enfermeiros.

O governante esclareceu ainda que a reposição de 25% do pagamento de trabalho extraordinário a partir de abril é para todos os profissionais de saúde que cumpram horas extras.

Para o ministro, "estão abertas várias frentes de diálogo", havendo um "bom clima nas negociações".

Contudo, avisou: "é impossível dar tudo a todos ao mesmo tempo"

É impossível devolver em tempo instantâneo o que foi retirado

Os profissionais de saúde estão, atualmente e desde 2012, a receber apenas 50% do pagamento das horas extraordinárias. A partir de abril, o Governo compromete-se a pagar 75 por cento.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG