Ministério da Administração Interna autorizou: Urban pode reabrir

Discoteca foi encerrada em novembro após agressões dos seguranças

A discoteca Urban já pode reabrir, decidiu esta quinta-feira o Ministério da Administração Interna, disse à Lusa fonte oficial.

A notícia foi avançada pela edição online do semanário Expresso, que refere que o ministro Eduardo Cabrita tomou a decisão após ter ouvido o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP e a Autoridade Nacional de Proteção Civil.

Ambas as entidades terão informado o Governo de que já foram implementadas na discoteca lisboeta todas as medidas de segurança exigidas aos proprietários.

Segundo o Expresso, entre as medidas tomadas encontram-se a reorganização da segurança privada e questões relacionadas com o licenciamento, o sistema de videovigilância e o sistema de segurança contra incêndios. O semanário escreve também que o grupo K, proprietário do espaço, já foi informado da decisão do Governo.

A discoteca Urban Beach foi encerrada na madrugada do dia 3 de novembro de 2017. "O Ministério da Administração Interna determinou o encerramento do estabelecimento K Urban Beach, na sequência dos acontecimentos da madrugada de 1 de novembro", informava um comunicado do gabinete de Eduardo Cabrita, fazendo referência à agressão a dois jovens pelos seguranças do estabelecimento noturno. A agressão ficou registada em vídeo.

"A avaliação assentou igualmente nas 38 queixas efetuadas à PSP sobre este estabelecimento ao longo do ano de 2017", dizia a mesma nota de imprensa. Três seguranças do Urban foram detidos. Um saiu em liberdade e outros dois ficaram em prisão preventiva, passando depois para domiciliária: o juiz do Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa considerou que ambos tinham intenção de matar.

O Expresso acrescenta ainda que o ministro da Administração Interna pediu à Direção Nacional da PSP para fazer uma avaliação de risco a todas as discotecas nacionais, que ficará a cargo da PSP e da GNR.

Exclusivos