Médicos dão a volta a bebés na gravidez para travar cesarianas

Direção-Geral da Saúde quer generalizar manobras que podem reduzir em cerca de mil o número de cesarianas anuais.

Quando uma gravidez se aproxima do fim, os bebés dão a volta e ficam de cabeça para baixo. Mas há bebés que se mantêm firmes e ficam sentados, o que obriga quase sempre a fazer cesariana. Os médicos estão cada vez mais convencidos de que não tem de ser assim. Dois hospitais públicos - Santa Maria e São João - já estão a fazer uma manobra que permite em poucos minutos dar a volta aos bebés mais teimosos. Tem sucesso em metade dos casos e permite quase sempre ter um parto normal. Agora, a Direção-Geral da Saúde quer generalizar a prática e fazer recomendações, podendo reduzir em cerca de mil o número de cirurgias.

A taxa de cesarianas em 2013 foi de 30,5%, o que significa que terão sido realizadas mais de 25 mil, demasiadas para as metas de 25% a 27% que se pretende alcançar. A manobra será um contributo para aumentar o parto normal.

Leia mais pormenores na edição impressa ou no e-paper do DN

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG