Mário Soares é uma referência para todas as gerações ativas da democracia

Carlos César foi ao Hospital da Cruz Vermelha, onde o antigo presidente está internado

O presidente do PS, Carlos César, esteve hoje no hospital da Cruz Vermelha em representação de "toda a família socialista portuguesa", considerando que Mário Soares é uma referência "para todas as gerações ativas da democracia portuguesa".

O PS esteve esta tarde representado ao mais alto nível na unidade hospitalar em Lisboa onde, desde a madrugada de terça-feira, o antigo Presidente da República está internado na unidade de cuidados intensivos, tendo Carlos César estado acompanhado pela secretária-geral adjunta do PS, Ana Catarina Mendes, na visita aos familiares de Mário Soares.

"Viemos dar um abraço em nosso nome em termos pessoais, mas também em representação de uma grande família do doutor Mário Soares que é toda a família socialista portuguesa, mas também sabendo que a generalidade dos portugueses acompanha o seu estado de saúde e estima que ele continue a lutar como sempre fez ao longo de toda a sua vida", disse o presidente do PS à saída aos jornalistas.

Mário Soares é, na opinião de Carlos César, "uma referência para todas as gerações ativas da democracia portuguesa".

"Todos nós temos Mário Soares no nosso pensamento e no nosso melhor otimismo", declarou, desejando "o rápido restabelecimento" do histórico socialista.

A eurodeputada do PS Ana Gomes e a ex-candidata presidencial Maria de Belém também estiveram no Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa, mas escusaram-se a prestar declarações aos jornalistas.

No boletim clínico que habitualmente é feito de manhã, o hospital deu hoje nota que Mário Soares tem dado "indícios de retoma do estado de consciência" e a sua situação clínica continua a evoluir favoravelmente, mas, apesar desta melhoria geral, mantém-se o prognóstico reservado.

Mário Soares, de 92 anos, está desde a madrugada de terça-feira internado no Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG