Mãe terá medicado o filho antes de se atirar com ele ao rio

Testemunha viu Susana Pereira a dar de comer ao filho junto à ponte sobre o rio Cávado momentos antes do salto que veio a provocar a morte de Carlos, de seis anos

A autópsia ao corpo da criança, que hoje começará a ser realizada, vai permitir esclarecer se Susana Pereira, de 37 anos, sedou o filho com medicamentos introduzidos na comida antes de se atirar com ele da ponte de Santa Eugénia, em Barcelos, na tarde de sexta-feira passada. Segundo conta o Jornal de Notícias, uma testemunha viu Susana dar de comer ao filho, junto à ponte. Isto e o facto de uma mulher que tentou agarrar a criança a ter achado "apática" dão mais consistência à suspeita.

A notícia refere ainda que a possibilidade de a mãe ter feito a criança ingerir algum tipo de substância que atenuasse a sua consciência do que estava a acontecer será esclarecida através de exames toxicológicos cujos resultados poderão ainda demorar.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG