Tiroteio numa discoteca de Lisboa. Há um morto

Um dos seguranças foi baleado e morreu.

Caso aconteceu na discoteca Barrio Latino (na zona de Santos), segundo informou ao DN fonte da PSP.

Um grupo, ainda não identificado e que está em fuga, entrou na discoteca causando distúrbios.

"Desentendimentos" que prosseguiram depois de terem sido expulsos do local pelos seguranças, adianta a mesma fonte.

Um dos elementos do grupo, que regressou à discoteca, foi ao carro buscar uma arma e abriu fogo sobre os seguranças.

O segurança de 42 anos, baleado na cabeça, foi levado para o Hospital de São José, ainda com vida, onde acabou por morrer.

À chegada da PSP ao local já não estavam presentes nem a vítima - que tinha sido levada por amigos para o hospital - nem o grupo de agressores.

"Os seguranças expulsaram do interior da discoteca um grupo de pessoas que se envolveu num desentendimento, e uma dessas pessoas, já no exterior, foi à sua viatura buscar uma arma de fogo com a qual atingiu o segurança, que foi transportado numa viatura particular para o Hospital de S. José, onde infelizmente, veio a falecer", explicou fonte da PSP

O caso está agora entregue à Polícia Judiciária, tendo a PSP recolhido as provas no local e identificado as pessoas que acompanharam o segurança ao Hospital de S. José.

Ler mais

Exclusivos