Centeno pediu bilhetes ao Benfica para jogo com FC Porto por razões de "segurança"

Partida realizou-se em abril de 2017. Gabinete do ministro justifica com a "notoriedade do ministro" e a necessidade de manter a "segurança pessoal"

Mário Centeno, ministro das Finanças, pediu dois convites ao Benfica, um para si e outro para o filho, para ver o Benfica-FC Porto, de 1 de abril de 2017, na bancada presidencial, noticia esta sexta-feira o Observador.

O pedido dos bilhetes terá sido feito ao clube encarnado em meados de março, já depois da aprovação do código de conduta do Governo, na sequência do Galpgate - caso em que políticos foram ao Euro 2016 ver jogos de Portugal, com viagens pagas pela Galp.

Ao mesmo jornal, o gabinete de Mário Centeno confirmou o pedido e diz que "a notoriedade pública do ministro das Finanças coloca exigências à sua participação em eventos públicos como jogos de futebol no que concerne a garantir a sua segurança pessoal".

Relativamente a uma possível colisão do pedido de bilhetes com o código de conduta, fonte do Ministério das Finanças disse ao Observador que os bilhetes em causa, para a tribuna presidencial do Estádio da Luz, "não são comercializáveis, pelo que não têm um preço de venda definido".

Também o secretário de Estado do Tesouro, Álvaro Novo, pediu ao Benfica três bilhetes para o mesmo jogo com os dragões, mas para qualquer bancada. O gabinete de Centeno também confirma este facto, garantindo, no entanto, que os bilhetes foram todos pagos por quem os utilizou.

Em atualização

Relacionadas

Últimas notícias

Brand Story

Tui

Mais popular

  • no dn.pt
  • Portugal
Pub
Pub