DIAP confirma abertura de inquérito a agressão e insultos racistas nos transportes do Porto

Inquérito, visando segurança privado que terá agredido e insultado jovem de origem colombiana, está a decorrer no DIAP do Porto

A Procuradoria-Geral da República confirmou ao DN " a existência de inquérito, o qual corre os seus termos no DIAP [Departamento de Investigação e Ação Penal] do Porto, às denúncias de agressões e insultos racista a uma mulher de 21 anos, nascida na Colômbia mas a viver em Portugal desde os cinco anos.

As agressões em causa, documentados num vídeo posto a circular na Internet, terão sido protagonizadas por um funcionário da empresa de segurança privada 2045, ao serviço do Serviço de Transportes do Porto.

Tal como o DN noticiou, a jovem Nicol Quinayas apresentou queixa na PSP, pelo que a abertura do inquérito é o passo jurídico seguinte no processo.

Ler mais

Premium

DN Life

DN Life. «Não se trata o cancro ou as bactérias só com a mente. Eles estão a borrifar-se para o placebo»

O efeito placebo continua a gerar discussão entre a comunidade científica e médica. Um novo estudo sugere que há traços de personalidade mais suscetíveis de reagir com sucesso ao referido efeito. O reumatologista José António Pereira da Silva discorda da necessidade de definir personalidades favoráveis ao placebo e vai mais longe ao afirmar que "não há qualquer hipótese ética de usar o efeito placebo abertamente".