Porto Canal com financiamento de câmaras do Norte

Valor de contratos com as sociedades detentoras do canal televisivo soma mais de 400 mil euros, em prestação de serviços, nos últimos três anos

DN

De acordo com o jornal i, o Porto Canal recebeu nos últimos três anos um total de 402.423 euros de várias câmaras municipais da região Norte em contratos de "aquisição de serviços". Os serviços adquiridos incluem "divulgação de eventos e iniciativas", "conceção, produção e difusão de conteúdos" ou divulgação "de anúncios", num total de 17 contratos celebrados entre outras pelas câmaras de Matosinhos, Porto, Chaves ou Gondomar.

A câmara de Matosinhos foi a que mais verba despendeu nestes contratos com o Porto Canal, num total de 148.113 euros nos últimos três anos, escreve o i.

De acordo com o mesmo diário, o canal é detido por duas sociedades distintas: a FCP Media S.A. e a Avenida dos Aliados - Sociedade de Comunicação S.A, cada uma com o respetivo número de contribuição fiscal.

O i escreve que ouviu as autarquias - as que aceitaram responder - sobre os valores pagos à Porto Canal. No caso de Matosinhos esses valores correspondem "à emissão de spots publicitários de promoção de eventos municipais ou com apoio municipal", e de "divulgação de iniciativas da autarquia". Os motivos apresentados pelas outras autarquias ou agrupamentos intermunicipais, como a câmara do Porto, Comunidade Intermunicipal do Ave, ou Comunidade Intermunicipal do Douro são do mesmo teor: "divulgação" de valores locais.