Governo declara estado de calamidade com efeitos preventivos

Medida tem "efeitos preventivos" e deve-se ao agravamento do risco de incêndio previsto para os próximos dias

O Governo declarou o estado de calamidade pública com efeitos preventivos nos distritos do interior das regiões do Centro e Norte e alguns concelhos do distrito de Beja e sotavento algarvio, devido aos incêndios, informou o primeiro-ministro, em nota divulgada à comunicação social.

"Face à previsão do agravamento, nos próximos dias, em particular no fim de semana, do risco de incêndio muito elevado e máximo, com especial incidência nos distritos do interior das regiões do Centro e Norte e alguns concelhos do distrito de Beja e sotavento algarvio, o Governo, por despacho do primeiro-ministro e ministra da Administração Interna, vai declarar o estado de calamidade pública com efeitos preventivos naquelas zonas do território nacional", lê-se no comunicado enviado às redações

O primeiro-ministro e a ministra da Administração Interna convocaram para sexta-feira, às 09:30, em São Bento, uma reunião com o Chefe de Estado Maior General das Forças Armadas, com o Comandante Geral da GNR, Comandante Nacional de Operações de Socorro e o Presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, "tendo em vista a mobilização máxima de meios e pré-posicionamento nas zonas de maior risco".

O governo ouvirá ainda esta quinta-feira os Presidentes de Câmara dos territórios que se incluem nesta medida, "tendo em vista a identificação de outras medidas que devam ser adotadas com caráter preventivo", explica a mesma nota.

A partir desta quinta-feira e até domingo, as temperaturas vão subir e podem mesmo ultrapassar os 40 graus em algumas regiões do país. Hoje, no interior norte e centro vão estar já bem perto dessa marca: Beja vai chegar aos 39 graus, Castelo Branco e Évora aos 38 e Portalegre aos 37.

Amanhã, o calor volta a aumentar nesses distritos, mas a maior subida de temperatura será no sábado. O fim de semana começa com termómetros a chegar aos 40 graus em Évora, esperando-se 39 graus para Beja e 38 para Castelo Branco e Portalegre. Segundo, as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), as temperaturas máximas vão voltar a subir no domingo.

O IPMA colocou, para hoje, cinco distritos do continente e a Madeira em aviso amarelo devido à previsão de tempo quente. O aviso amarelo é o terceiro mais grave numa escala de quatro e aplica-se a situações de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

Exclusivos

Premium

Espanha

Bolas de aço, berlindes, fisgas e ácido. Jovens lançaram o caos na Catalunha

Eram jovens, alguns quase adultos, outros mais adolescentes, deixaram a Catalunha em estado de sítio. Segundo a polícia, atuaram organizadamente e estavam bem treinados. José Manuel Anes, especialista português em segurança e criminalidade, acredita que pertenciam aos grupos anarquistas que têm como causa "a destruição e o caos" e não a luta independentista.